Em pleno século 21, muitas empresas e suas lideranças ainda desconhecem o que é CAC – Custo de Aquisição de Clientes –  e como utilizá-lo como métrica de negócio. Há também o desconhecimento da sua importância para a própria sobrevivência do negócio.

Portanto, para não haver dúvidas sobre esse tema, apresentaremos o CAC e sua importância com mais detalhes. Então recomendamos que leia este post até o final!

O que é CAC – Custo de Aquisição de Clientes?

Hoje em dia o CAC é considerado crucial para a maioria das decisões estratégicas que envolvem marketing e vendas de uma empresa. Além disso, ele afeta resultados futuros que são importantes, assim como o desempenho financeiro do negócio.

CAC é a sigla para uma importante métrica de negócio que significa “custo de aquisição de clientes” ou custo de aquisição de usuários” (em inglês: “cost to acquire customers”).

Basicamente, ela indica o quanto o negócio está gastando para adquirir seus clientes, que envolve todo o processo de transformação daquele contato inicial (ou lead) em um cliente de fato no funil de vendas.

No geral, essa métrica ajuda a validar se as estratégias de marketing e vendas estão caminhando de forma esperada, além de auxiliar no acompanhamento de outra métrica importante: O ROI (em português significa Retorno Sobre Investimento).

Como calcular o CAC?

Calcular o CAC não é nenhum bicho de 7 cabeças! Segue a maneira como ele é calculado:

CAC = (Investimento em Marketing + Investimento em Vendas) / Número de Novos Clientes

Explorando essa fórmula com mais detalhes, primeiramente define-se um período para calculá-la, como por exemplo, 1 mês, ou seja, dentro daquele mês, ela será alimentada com os Investimentos em Marketing e Vendas que foram realizados e com o Número de Novos Clientes.

Lembrando que deve ser incluído todos os gastos que foram realizados naquele período e que estejam na alçada de marketing e vendas, tais como, divulgações, gastos com a equipe e até outros gastos operacionais (gastos com ligações telefônicas, por exemplo).

Explorando a maneira de calcular de forma prática, temos que, se em um dado mês a empresa gastou R$1000 com marketing e vendas e obteve 100 novos clientes, o CAC dela naquele mês foi de R$10.

Por que o CAC pode ser útil ao negócio?

Atualmente, um modelo de negócios é considerado viável quando a sua capacidade de rentabilizar clientes é bem maior do que o seu CAC. Para saber isso, utiliza-se o apoio de outras métricas: o LTV (Tempo de Vida do Cliente no negócio) em caso de pagamentos recorrentes ou o Ticket Médio no caso de vendas pontuais.

Obviamente que para a empresa se mostrar saudável em seu modelo de negócio, o LTV deverá ser muito maior que o CAC, caso contrário ela mostrará que não tem essa capacidade de rentabilização, podendo ficar no prejuízo.

Portanto, medir o CAC é de extrema importante, pois ajuda a verificar se as estratégias de marketing e vendas estão dando certo em prol da rentabilização de clientes. Saber o CAC é importante para qualquer negócio, principalmente para aqueles que têm como base a tecnologia e modelos de assinatura.

Além disso, medi-lo vai ajudar a empresa a comparar com o seu LTV ou Ticket Médio (conforme já mencionamos anteriormente) e entender como está o seu ROI. Soma-se a isso também a possível comparação com a média geral de seu mercado de atuação.

Já deu pra perceber a importância em saber o que é CAC e como utilizá-lo para ajudar nas estratégias de aquisição de clientes, não é mesmo? Quer entender mais sobre outras métricas de negócio? Siga-nos no Facebook e LinkedIn!