Você já ouviu falar que o big data pode revolucionar o seu negócio?

Sim, essa tecnologia pode melhorar o seu negócio de inúmeras maneiras: para otimizar as atividades na empresa, reduzir o ciclo de vendas e até torná-las mais inteligentes.

Segundo o Gartner, no mundo todo são criados 2,2 milhões de terabytes de novos dados todos os dias. A previsão é que, até 2020, esse total chegue a 40 trilhões de gigabytes. E você, já parou para pensar em como esses dados se relacionam com o comportamento do consumidor?

No post de hoje, vamos apresentar alguns pontos cruciais da relação entre o big data e comportamento do consumidor para que você avalie as estratégias de sua empresa em relação a eles. Confira!

Qual a relação entre big data e comportamento do consumidor?

Os números mostram que, de fato, muitos dados são gerados todos os dias. Mas para que o big data seja utilizado de forma estratégica, entender como usá-lo a favor do seu negócio é fundamental.

Nesse contexto, surgem as análises preditivas, que vão ajudar sua empresa a entender o comportamento do consumidor e, assim, direcionar ações que o levem a fechar mais negócios, mais rapidamente.

As análises preditivas são aquelas que, baseadas no histórico de consumo, comportamento e séries históricas de dados, geram insights valiosos para o futuro do seu mercado. Elas podem ajudar a prever os desejos e encontrar padrões recorrentes para definir os próximos passos do negócio, trazendo mais inteligência para sua empresa.

Como o big data pode ser usado de forma estratégica?

O big data armazena dados gerados sobre tudo o que é produzido dentro e fora da empresa.

A origem pode ser desde as redes sociais, como o Facebook e Twitter, até informações que são transmitidas a partir de outros dispositivos e sistemas de gestão empresarial.

Para o time comercial, por exemplo, o big data ganha muita relevância como ferramenta que auxilia no entendimento do perfil do consumidor e seu comportamento.

Que tipo de informações o big data pode fornecer?

Veja, abaixo, algumas informações que o big data pode fornecer:

A segmentação dos tipos de cliente

A segmentação é fundamental quando o assunto é traçar ações e campanhas de vendas. E o big data contribui para a criação de perfis detalhados de seus clientes, sendo eles B2B ou B2C.

A combinação de dados das redes sociais, blogs, pesquisas online, comportamento de cliques e vendas para segmentar torna a segmentação muito mais efetiva. 

Os departamentos de marketing e vendas ganham muito na criação de campanhas mais precisas e na construção da comunicação direcionada.

Reconhecimento de comportamento e padrão de compra

A análise do big data ou big data analytics disponibiliza uma gama variada de informações provenientes de registros de compras, buscas na internet, pesquisas de satisfação, entre outras.

É possível explorar esses dados com velocidade e gerar os insights necessários para identificar quem compra e quando compra — e até quanto o mercado está disposto a pagar por seu produto ou serviço.

A identificação desses padrões ajuda a empresa na produção e lançamento de novas opções em seu portfólio, e até no cancelamento de algumas opções que não têm aceitação nem previsão de procura pelo mercado.

Agilidade na análise dos dados e na tomada de decisão

O principal diferencial do big data está na velocidade com que pode lidar com tantos e diferentes dados. A variedade dos dados utilizados pode trazer insights e pontos de visão novos, que influenciam diretamente na forma de pensar um negócio. E a velocidade ajuda as empresas a estar à frente da concorrência.

Claro, não adianta somente ter o dado na mão: é preciso utilizá-lo como informação relevante para a tomada de decisão no tempo certo. Caso contrário, os concorrentes vão deixar você para trás!

Entender o comportamento do consumidor é fundamental para todo negócio, incluindo o seu, afinal, é quem decide se compra de você ou do seu concorrente. Por isso, lance mão do big data para direcionar as decisões na sua empresa!

Este artigo foi útil para você? Então o compartilhe nas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso às discussões sobre esse tema!