Fechamento de vendas é uma das métricas mais importantes para os negócios, pois descrevem exatamente quantas transações foram feitas em um período. Uma boa taxa de fechamento significa que os seus leads estão se convertendo em consumidores, o que é fundamental para a manutenção de uma empresa.

Mas você sabe como é possível otimizar esse índice com algumas ações simples?

Neste post, vamos mostrar que tecnologia, metas bem estruturadas e gatilhos mentais podem colocar o fechamento de vendas da sua empresa em outro patamar. Descubra como cada uma dessas estratégias impacta o seu empreendimento nos tópicos a seguir!

Estabeleça metas realistas

O primeiro passo para vender mais é estabelecer metas que realmente contemplem a capacidade do time. É muito fácil projetar objetivos pouco realistas para um negócio, mas que são ruins para os índices de fechamento, já que não endereçam a realidade que enfrentam as equipes de marketing e de vendas.

Para que os resultados sejam melhores, é preciso considerar as condições. Metas sempre podem ser redefinidas de acordo com os retornos obtidos. É melhor começar com expectativas mais modestas e aumentá-las conforme a equipe conclui suas tarefas com sucesso.

Estabelecer metas realistas pode ser um desafio. Considere o histórico da empresa, seu público-alvo e faça uma pesquisa de mercado para entender melhor o desempenho dos competidores e estabelecer metas correspondentes ao momento atual.

Invista em tecnologia

A tecnologia é uma ótima forma de aumentar o índice de fechamento de vendas nas empresas. No entanto, ela precisa se concentrar em resolver os problemas que a sua equipe enfrenta. Adotar uma nova tecnologia apenas porque ela está disponível ou porque outras empresas o fazem nunca é a melhor estratégia.

Antes de investir em recursos novos, converse com os seus vendedores e descubra quais são os desafios que eles enfrentam. Assim, será possível definir se as ferramentas de captação ou de nutrição de leads são aquilo que a sua empresa precisa para se destacar.

Trabalhe com múltiplas estratégias para o fechamento de vendas

Ter uma única estratégia de vendas pode ser tão prejudicial para o fechamento de novos negócios quanto não ter nenhuma. A sua equipe precisa de um plano B para atuar com mais eficiência junto aos clientes — e esse plano deve ser desenvolvido quanto antes.

Mesmo que todos os negócios já firmados até hoje tenham seguido uma lógica específica, isso não significa que ela será infalível. Ao avançar para novos mercados ou ao tentar atingir um público distinto, é necessário considerar suas particularidades e as dores que mais influenciam na tomada de decisões.

Trabalhar com uma estratégia única é limitante e a sua equipe deve poder contribuir com insights de como melhorar as estratégias que já vêm sendo utilizadas pela marca.

Desenvolva o relacionamento com o consumidor

Um bom relacionamento com o consumidor é sempre fundamental para fechar mais vendas. Atualmente, lidamos com um público mais informado, que tende a entrar em contato com as empresas apenas quando está pronto para fechar negócio. É por isso que o Marketing de Conteúdo é tão bem-sucedido para conduzir prospects pela jornada do cliente.

A jornada do cliente tem início assim que ele toma conhecimento de um problema e começa a buscar soluções. Trata-se de uma estratégia para educá-lo e convencê-lo de que as soluções comercializadas pelo seu negócio são as ideais.

Ao longo dela, sua empresa pode desenvolver um relacionamento com o consumidor em potencial e tem o papel de entrar em contato com ele, sempre que possível, para guiá-lo pelo processo de compra. No entanto um relacionamento pré-vendas não é tudo de que um empreendimento precisa para aumentar seus índices de fechamento.

Manter contato com consumidores é o que os fideliza — e atender às suas demandas é um trabalho árduo. Todavia, os benefícios são muitos. Um cliente fidelizado tende a adquirir produtos e serviços com mais frequência, bem como a recorrer a sua empresa sempre que precisar deles.

Utilize gatilhos mentais com seus clientes

Já ouviu falar em gatilhos mentais? Os mental triggers compõem uma técnica de persuasão que pode alavancar vendas em qualquer tipo de negócio.

Eles ajudam a conduzir um cliente potencial para a resposta certa, ou seja, aquela que o leva à conversão.

Um bom exemplo de como os gatilhos mentais funcionam é a “teoria da moeda”. Essa teoria afirma que devemos tomar decisões, sempre que possível, jogando uma moeda para cima e estabelecendo dois caminhos. Ao contrário de deixar as escolhas para a sorte, a teoria nos impele de tomar decisões mais assertivas porque a moeda é um gatilho mental.

No momento em que ela é arremessada ao ar, começamos, instantaneamente, a torcer por um resultado específico. E esse resultado funciona sob a mesma lógica da decisão de compra.

Ao se decidir por um produto, você faz uma porção de escolhas das quais seu cérebro nem sequer se dá conta. São essas escolhas que os profissionais de marketing e vendas devem explorar ao empregar gatilhos mentais.

Escassez, urgência, autoridade, reciprocidade, prova social, antecipação e novidade são alguns dos gatilhos mentais mais comuns. Eles exploram uma percepção do cliente para conduzi-lo a uma decisão específica.

Considere uma plataforma de automação

Muitas vezes, departamentos de marketing passam tempo demais lidando com cargas de trabalho fundamentais para conduzir o cliente por sua jornada.

Todo esse tempo, que seria mais bem aproveitado acompanhando métricas e desenvolvendo novas estratégias para proporção e conversão, acaba sendo desperdiçado em uma série de rotinas.

A administração de redes sociais é uma delas. É fato que estar presente no Facebook e no Instagram é relevante para as empresas, mas você já reparou quanto tempo seu time passa alimentando esses canais?

Plataformas de automação podem ajudar. Elas reduzem a carga de trabalho e melhoram os índices de sucesso, fazendo com que os posts, e-mails marketing e integrações de que seu negócio precisa para funcionar sejam resolvidos automaticamente.

Para que os funcionários alcancem sempre suas metas de vendas, eles precisam dispor de ferramentas que os auxiliem nas tarefas. Sempre que uma empresa adota novos recursos, ela precisa refletir sobre como eles impactarão a rotina dos colaboradores, pensando em que tipo de resultado poderão trazer para o negócio.

A TI pode ajudá-lo a fechar mais vendas e atingir metas cada vez maiores, mas é preciso pensar nos investimentos ideais para o seu negócio em particular. Alguns deles, como os citados aqui, são pertinentes para todas as equipes que captam (ou pretendem captar) clientes pela internet.

Gostou de aprender mais sobre o papel da tecnologia no fechamento de vendas? Então entre em contato com a CB Cloud agora mesmo e descubra como uma plataforma de automação pode ajudá-lo!