O sistema de Gestão de Relacionamento com o Cliente, ou simplesmente CRM (Customer Relationship Management), é uma das ferramentas de gestão de negócios mais utilizadas em todo o mundo.

As empresas o utilizam para fazer o cadastro e o gerenciamento de informações dos clientes, automatização de processos, melhor atendimento ao público e muito mais.

Um software de Gestão de Relacionamento com o Cliente é muito mais do que uma ferramenta, mas uma estratégia de negócios focada na satisfação e na fidelização de clientes.

Por meio de um CRM, os empresários e gestores podem desenvolver bancos de dados detalhados, criar históricos de vendas, acompanhar tendências e o perfil dos compradores, entre várias outras funcionalidades que são essenciais no processo de fidelização dos clientes.

Para ajudá-lo a entender melhor essa ferramenta fantástica, o post de hoje vai mostrar como utilizar o CRM na retenção de clientes. Continue a leitura e mãos à obra!

Cadastro total do cliente

O CRM permite que os empresários e seus colaboradores façam o cadastro detalhado de cada cliente, inserindo no sistema suas informações, particularidades e hábitos.

Dessa forma, consegue-se manter um banco de dados com todos os detalhes da clientela e apresentar para cada pessoa produtos e serviços relevantes, aumentando as conversões e as vendas.

Além disso, com as informações dos clientes, é possível atendê-los de forma personalizada, o que melhora a experiência com o negócio e o processo de fidelização.

Segmentação do público

Ao fazer o cadastro de toda a clientela do negócio, consegue-se dividir os clientes de acordo com as preferências, perfil de compras e muito mais. Com isso, você pode segmentar o público e, assim, enviar publicidade, promoções, descontos e outros detalhes que realmente sejam de interesse do cliente.

Ao enviar informações que sejam relevantes para o público, as chances de ele retornar ao negócio e de comprar novamente são muito maiores. Portanto, nesse sentido, o CRM ajuda a reter o cliente no negócio.

Aperfeiçoamento do pós-venda

Outra grande vantagem do CRM na retenção de clientes é o grande aperfeiçoamento que ele proporciona ao pós-venda do negócio. Todas as vezes que o cliente entra em contato com a empresa ou realiza uma compra, as informações são registradas no sistema.

Esse input de dados pode ser desde o histórico de compras até elogios e reclamações em relação à empresa.

Com o cadastro de todas essas informações e a criação do banco de dados da organização, é possível melhorar a maneira de tratar o cliente, cuidando de todas as suas necessidades e superando as expectativas.

O resultado é um melhor atendimento no pós-venda e um melhor relacionamento com a clientela — logo, maior será sua satisfação e proximidade com a empresa.

Campanhas de fidelidade

Por último, a melhor forma de reter o cliente a um negócio é por meio de campanhas de fidelidade, correto? Com todas as informações do CRM e o histórico de compras dos clientes, é possível desenvolver um sistema de pontuação que permita que o público ganhe prêmios, descontos e brindes.

O sistema de pontuação ou campanha de fidelidade induz os clientes a comprarem mais e aumentarem os pontos, melhorando assim as vendas e a quantidade de vezes em que os consumidores retornam ao negócio.

Gostou de aprender a utilizar o CRM na retenção de clientes? Então, aproveite para descobrir também por que ele é indispensável para o time de vendas!