Diversas organizações enfrentam o grande desafio de reduzir custos de TI sem abrir mão da qualidade dos produtos e/ou serviços ofertados.

A boa notícia é que devido aos avanços na área de Tecnologia da Informação, existem estratégias que podem se tornar aliadas das empresas na tarefa de reduzir custos de TI.

Deseja saber mais sobre isso? Então, confira neste post algumas dicas de como melhorar os processos de TI para reduzir seus custos.

Terceirização de serviços

Apesar de ainda dividir opiniões, a terceirização de serviços é uma excelente escolha no que diz respeito à tecnologia da informação.

Empresas especializadas conseguem acompanhar a velocidade das inovações, estão sempre por dentro das novas tecnologias e ferramentas e, portanto, fornecem serviços especializados que atendem às necessidades de cada empresa sem gerar custos adicionais.

Se sua empresa não for do ramo de tecnologia, o custo para investir na capacitação ou na contratação de profissionais será alto e recorrente devido à rapidez com que sistemas se tornam obsoletos. Logo, a terceirização da TI garante que você terá serviços de qualidade com ótimo custo-benefício.

Automatização de processos

Faça uma avaliação e identifique processos repetitivos. Se existirem, eles podem ser automatizados, aumentando o tempo que a equipe tem disponível para realizar outras tarefas, investir em melhorias no processo e se tornar mais produtiva.

Não se pode negar que a automatização de processos exige um custo inicial, porém em pouco tempo esse custo é recuperado e os benefícios serão notáveis: além do ganho de tempo e, consequentemente, a diminuição dos custos, automatizar tarefas diminui a incidência de erros e facilita a identificação de falhas no processo.

Aplicação de soluções integradas para o sistema

É comum haver um grande fluxo de informações transitando em uma organização. Assim, é imprescindível manter um bom controle dessas informações, facilitando que as diversas ferramentas se comuniquem entre si, trabalhando de forma integrada para evitar ao máximo que todo o gerenciamento seja feito por algum funcionário.

Essa estratégia, além de reduzir a necessidade de um funcionário que dedique um grande volume de horas e de trabalho periodicamente, diminui a possibilidade da ocorrência de erros por falhas humanas.

Quando o volume de informações é muito alto, é interessante verificar a viabilidade da troca de diversas tarefas por uma única ferramenta, a fim de centralizar o gerenciamento do maior número de informações de uma forma mais automatizada e eficiente.

Computação na nuvem

A tecnologia de computação na nuvem (ou cloud computing) permite que toda a infraestrutura de TI esteja armazenada em um servidor na nuvem ao invés de um servidor físico no local onde a organização está.

Isso garante mais flexibilidade e rapidez no uso dos dados, pois qualquer dispositivo que estiver conectado à internet e com permissão de acesso aos dados da empresa pode acessá-los de qualquer lugar, sem a necessidade de estar presente fisicamente no local onde o datacenter se encontra.

A flexibilidade se aplica também no que diz respeito ao investimento necessário para o uso: sempre que precisar de mais espaço, basta solicitar e o valor pago será referente somente ao que é consumido.

Quando adotamos estratégias como essas, é possível reduzir custos de TI, melhorar a qualidade do trabalho efetuado e, assim, tornar sua empresa mais competitiva e atuante no mercado.

Ficou animado com tantas possibilidades? Veja também como a internet das coisas pode ajudar nos seus negócios.